quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Ricardo Maffia : A Kabbalah , Testes do Discipulado e o Desvendar do Verdadeiro Caráter Pessoal quando se é Testado ( Creditos Fotos NASA )



Vários Kabalistas já passaram por este planeta e deixaram seu legado. Desde  Abraão , todos os Patriarcas , Simeon Ben Yochai , Issac Luria , Moses Cordovero , Baal Shem Tov . Na Bíblia , tanto no Antigo e Novo Testamentos encontram-se as Chaves da Kabbalah.

No Sepher Yetzrirah e entre tantos livros de Jurisprudência sobre a Kabbalah. Temos também o Midrash , Talmud entre outras obras , culminando no Zohar.

A Kabbalah trata das Leis Cósmicas que atuam no ser humano e há fórmulas como o Notarikon , Gematria e para saber aplicar estas leis com propriedade , porem e este porem é importante , para compreender estas Leis , há de se ter o Espírito da Kabbalah.

A Kabbalah deixa claro o que atualmente a Física Quântica desvenda , mas deixa claro apenas para mentes que refletem por si mesmas e seguem um padrão coerente com os princípios da Kabbalah.

O fato de se saber fórmulas ou tabelas contendo Letras Sagradas não credita a quem entra em contato com esta informação transcendente um domínio destas leis superiores. Há muita Catarse e Auto-sugestão presente nos que acreditam dominar estas leis.

Muito se fala em superar o Ego e o que se vê é o império do Ego em quem afirma que superou. É tão sutil este processo que toda pessoa que afirma ter superado o Ego demonstra em sua própria afirmação que é o Ego que está presente. O ego é um mecanismo necessário da psique humana e a falta de conhecimento ou uma generalização em tais conceitos aponta para um caminho de neuroses.Em primeiro lugar , para se escrever ou falar de ego é bom acessar corretamente as obras de Freud , Jung , Victor Frankl, Maslow.

Ocorre o mesmo quando se fala em Salto Quântico sem saber o que é um Salto Quantico ou a definição de quantum .

Há muito radicalismo subliminar alienante em muitas informações.

Somos seres humanos feitos de carne , ossos , emoções e portanto o suprimir tais aspectos humanos poderá com que surjam transtornos psíquicos. Na obra FAUSTO de Goethe isto está bem representado.

Os Dez Mandamentos por exemplo estão inseridos nas 10 Sephiroth da Árvore da Vida e se lá estão , então isto faz parte da Kabalah.

Como lidar com os 10 Mandamentos? Esta resposta é individual e cabe à pessoa perceber se lida bem ou não; se não lida bem , se acha que são radicais tais proposituras trazidas por Moisés ao povo daquela época, isto já é um bom sinal pois é uma prova de que se é humano e à partir deste ponto de reconhecimento é que poderá ser feito alguma coisa. Há de se ter flexibilidade adaptada à nossa época. Isto é evolução.

Quer mexer com o ego aparentemente inexistente de alguém que afirma ter superado isto? Peça à pessoa transferir os fundos ou uma parte de uma polpuda conta bancária em benefício de milhares de carentes. Sem dúvida este é um bom e saudável Indicador da ausência do discernimento e da falácia que se superou o Ego ou então dirija-se a um autor de um livro sobre Kabbalah ou de espiritualidade distorcida sentimentalóide e peça o livro dele gratuitamente.  Outra sugestão : proponha um relacionamento afetivo com um espiritualista de poltrona que estuda Kabbalah ou ciencias afins e afirme que não poderá haver ciúmes na relação. A falácia da ausencia do ego e a hipocrisia estão de mãos dadas e ganha contornos de fanatismo e todo fanatismo é uma doença. Tenham certeza de que não importa os patamares livrescos que se conquistou , tenham certeza de que o Ego vai fazer uma confusão geral pois o ego representa uma ferramenta ( Metáfora ) para nossa percepção do cotidiano. Tem que se saber lidar com esta ferramenta e não eliminá-la porque esta ferramenta faz parte da própria pessoa. Na esteira de conceitos pré-formulados que mais fazem mal do que bem , substitui-se também o ego pelo eu inferior- Outra aberração.Na realidade o ego sempre esteve lá , pois somos seres humanos e quando adotamos pensamentos rígidos sem Discernimento , reprimimos nossa psique. O verdadeiro ocultismo é Auto-conhecimento e é um degrau infinito que demonstra nossas fragilidades e valores reais.

A Kabbalah bem como outras tradições iniciáticas , são ferramentas seríssimas que devem ser respeitadas e  muito bem estudadas através de orientação segura e quem se aproxima destas linhas da tradição tem que estar ciente de que o primeiro passo é  procurar aprender a estar Consciente de Si Mesmo.

A Kabbalah , como outras Tradições voltadas ao desenvolvimento Humano , é antes de mais nada uma questão de se assumir Ser Humano . Na Tradição  Sufi vemos estas verdades, no Budismo do antigo Tibet ( com seu Bardo Todhol ) nos Vedas , Rig Vedas em que estão incluídos os Upanixades. Tradições poderosas que cobrarão daqueles que se aproximarem dos conhecimentos ocultos ali contidos , cobrarão um respeitável treinamento de se tornar em essência um ser humano consciente e quando não há coerência com a proposta , o Tikum ou Karma entram em ação. 



Estes sistemas de conhecimento superior são caminhos para o Discipulado e para a Iniciação e o adentrar nestes Mistérios gera-se um ônus que é o resgatar o Karma positivo e negativo de outras encarnações em pelo menos 7 anos em uma só vida; karma este que seria distribuído em várias encarnações futuras. Entenda-se que o karma aqui mencionado também é o positivo , nossas possibilidades que conquistamos em outras vidas e que deveremos manifestá-las nesta vida ; entrementes como não somos autômatos pré-programados , neste caminho superior , abrem-se possibilidades para o criar o Novo , que é a marca do gênio, porem , não se iludam , o caminho é árduo no início e um início que poderá se prolongar durante anos , uma vez que se pisou no vestíbulo dos Mistérios.É a trilha para o Auto-conhecimento. Eu Superior , eu inferior são termos simbólicos que demonstram estados da consciencia. O Caminho do Discipulado desvenda a pessoa. Suas fragilidades e pontos fortes. Pensem bem; quantas pessoas se revelam quando adentram ao Caminho e muitas nem percebem suas fragilidades , falhas no caráter e Dons não reconhecidos que estão adormecidos.

A princípio tudo é deslumbrante mas surgirão os testes das mais variadas formas , principalmente através de acontecimentos pequenos no cotidiano porem os resultados de nossas reações serão de uma intensidade significativa , pois a energia que flui através de quem bateu à porta do templo é muito grande. Muitos terão suas vidas viradas às avessas, um desafio e tanto porque é no persistir que se aprende , se fortalece e se vence. Nas mínimas coisas ,até em padrões comportamentais , os testes estarão lá.

O único Mestre que a pessoa descobrirá neste processo é seu Eu mais profundo , seu Deus Interno.A própria pessoa em um estado mais elevado de consciencia ou seja , ela , a pessoa , percebe e sente que é um filamento consciente de DEUS. Isto se dá gradativamete , proporcional à capacidade de Expansão Natural da Consciencia.

A Kabbalah ensina outra coisa que é extraordinária: não esquecer das responsabilidades diárias. Não esquecer de sua profissão , de seus projetos de vida , da família , das corretas relações. É viver em duas realidades simultaneamente . Uma Filosófica a princípio e outra Real que é a vida ; e sabermos o porque estarmos aqui. Isto é TIFERETH - O processo real de Individuação ( Jung ).

H.P. Blavatsky certa vez afirmou : A mínima atenção dada ao ocultismo produz grandes resultados kármicos.

Ninguém sabe até onde poderá ir quando se é testado.

Ricardo Maffia